segunda-feira, 20 de julho de 2009

O Revoar dos Pássaros ao Anoitecer


A grama estava vermelha, faz tempo que não chove, nem uma garoinha, nada. A poeira vermelha foi tomando conta da paisagem, tudo ficou com a cor do solo, a casa avarandada, a casinha do administrador, a igrejinha, o curral, tudo sem exceção, até o gado estava meio vermelho.
O ar seco aumentava a preguiça, a vontade era ficar lendo na rede da varanda, mas antes resolveu ir até o açude nadar um pouco, quem sabe sentiria-se melhor. Aproveitar enquanto tem água , se continuar assim daqui uns dias só terá lama.
Vestiu um maio por baixo do vestido , calçou os chinelos e lá se foi ela em direção ao açude.
As crianças chupavam mangas em baixo da árvore, tinham os braços e a boca lambuzados, logo perceberam a intenção de Laura e foram se juntando felizes, não perderiam um banho no açude nem que a vaca tossisse, não podiam ir sozinhos, mas com um adulto...
Quando chegaram já eram 4 meninos e três meninas, animados e excitados, mais a cachorra Sugar. Laura foi dando as instruções, não queria ninguém machucado e nem deveriam brigar.
Ouviram impacientes as instruções, mexendo as pernas e a as mãos, prontos pra cair na agua, e foi o que fizeram assim que ela parou de falar. Ouviu-se um grito só e já estavam todos na agua, inclusive Laura. Nadando, saltando, mergulhando, boiando. Ah como é bom nadar com este calor!
Laura cansou-se e foi para o pequeno deck deitou-se e ficou olhando aquele céu maravilhoso, sem uma nuvem, claro, límpido, brilhante e pensou que a noite seria explêndida. Mesmo sabendo que tudo sofria com aquela estiagem não conseguia deixar de apreciar a beleza desses dias.
O sol começou sua descida e um bando de pássaros começou a voar em direção ao poente. O céu e a terra tinham quase a mesma cor, percebia-se ao longe a linha do horizonte, quase que como uma risca no cabelo. E ela pensou que os pássaros voando ajudavam saber o que era céu o que era terra, as crianças deitaram ao seu lado e se aquietaram felizes enquanto o dia acabava.

13 comentários:

Menino-Homem disse...

que texto lindo!
quer dizer, tudo aqui é luz, cor...

adorei!

beijos.

António Rosa, José disse...

Vc escreve bem e consegue que fiquemos presos na leitora. Abraço

Princesa disse...

" Às vezes, desanimados, pensamos que pouco que fazemos não é senão apenas uma gota no oceano. Mas o oceano seria menor se lhe faltasse uma gota.

Acredite : Você faz a diferença " !.
Beijos

Astrid Annabelle disse...

Angela!
Vi seu comentário no Cova do Urso e resolvi lhe conhecer.
Foi uma grata surpresa este seu blog.
Já me tornei seguidora...voltarei mais vezes com certeza.
Parabéns.
Astrid Annabelle

angela disse...

Menino
Obrigada.
beijo

angela disse...

Antonio Rosa
Fico feliz que tenha gostado, eu aprecio bastante seu blog.
beijo

angela disse...

Princesa
Sempre gentil
beijos

angela disse...

Astrid
Obrigada e gostei dos seus blogs também.
Vou tentar escrever lá, hoje não consegui.
beijos

ANA CLAUDIA MARINHO disse...

Ao mesmo tempo em que li o que você escreveu,imaginei toda a cena e o desenvolvimento dos personagens.E oque vi na minha mente foi uma coisa boa.Esse texo faz agente sonhar,criar e imaginar.Talvez por ser simples e delicado.

beijos Angela.

AFRICA EM POESIA disse...

angela

Neste dia que é igual aos outros
mas diferente...
a minha ...AMIZADE..
um beijo

angela disse...

Ana
Que coisa bonita você me disse.
beijos

angela disse...

Lili
Beijo amiga

Anônimo disse...

I like browsing your blog for the reason that you can always bring us new and awesome things, I think that I should at least say a thank you for your hard work.

- Henry