sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Incompatíveis

i

A luz penetrou

Estraçalhando a noite.

Rompeu o dia.

Meus sonhos fugiram

Como pequenos vampiros

Assustados com tanta dor.


(imagem retirada do Google)

59 comentários:

.Lis disse...

Angela,
Há sempre um novo dia rompendo e os sonhos se renovam .
Parabéns, o perfil lá no Varal do Eduardo ficou mais chic com sua foto.
Abraços

Renato Fierce disse...

Consegui ontem carturar meus sonhos!!! Algumas coisas que acontecem em nossas vidas são mto assustadoras para se lembrar deles, e que eles são a razão, muitas vezes para prosseguir!

A Magia da Noite disse...

por vezes a luz ofusca a alma e esta parte em procura do lusco-fusco.

Sandra Botelho disse...

lindooooooo!

bjos querido!

manuel marques disse...

A liberdade eo amor são incompatíveis. Quem ama é sempre escravo.

Beijoo querida amiga.

Julimar Murat disse...

Angela

tem um selinho pra voce no meu blog. Não sei se já o recebeu. Mas é a forma de retribuir o carinho pelas lindas mensagens que tem postado, que nos leva a refletir a vida de uma forma mais simples e mais sensível

Beijos

julimar

tereza ferraz disse...

Angela querida,
A Luz penetrou...
um belo final de semana!
bjs no coração

Maria José disse...

Angela. Ao romper do dia os sonhos fogem, mas têm a chance de serem capturados e renovados na noite seguinte e na seguinte e na seguinte. Beijos, amiga.

Sarah Luz disse...

A luz penetrou e o dia raiou. Bjs

*Adriana* disse...

Sim, Angela, eles fogem... mas retornam, acredite!

beijos

Essência e Palavras disse...

Angela, querida!
Passei pra deixar um beijo de bom final de semana...

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

Q LINDO!
ótimo fim de semana!!bjs
Elane

angela disse...

Lis
Obrigada, fui lá ver e foi agradável ver a foto lá.
beijos

angela disse...

Renato
As coisas que dão medo as vezes são as que a gente deseja.
beijos

angela disse...

Magia
Verdade.
beijos

angela disse...

Sandra
Obrigada querida
beijos

angela disse...

Ah Manuel! Você sabe das coisas.
beijos

angela disse...

Julimart
Obrigada pelo carinho e pela lembrança
beijos

angela disse...

Sassa Luz
Isso aí.
beijos

angela disse...

Adriana
Ainda bem que voltam.
beijos

angela disse...

Tereza
Obrigada e bom final de semana
beijos

angela disse...

M. José
Voltam mesmo toda noite
beijos

angela disse...

Essência..
Obrigada e para você também, um ótimo fim de semana.
beijos

angela disse...

De vez em quando ..
Obrigada pela visita.
Bom fim d semana
beijos

Chica disse...

Mas eles retornam, com certeza...Sonhos vão e voltam!beijos,chica

Tertúlias... disse...

Mes sonhos as vezes fogem também... eu me viro para o outro lado e tento resgatá-los... as vezes consigo...

Norma Villares disse...

Angela querida, recebeu as flores do dia da gentileza?

Eita LUZ danada, e penetrou trazendo a luz do luar... e romantismo encheu a casa...

Beijinhos no seu coração

angela disse...

Chica
Retornam sim, ainda bem
beijos

angela disse...

Ricardo
Eu nunca consigo...
Senti sua falta
beijos

angela disse...

Norma
Luz do luar é tudo de bom.
Obrigada pelas flores.
beijos

Peregrina da Luz disse...

Que linda luz!

Beijinhos

entremares disse...

Como vampiros, os sonhos vão e vêm...
Às vezes com a lua, outras vezes com a luz do dia.
O que os afugenta?
O que os acorda? O que os sacia?

Um óptimo fim de semana para ti.
Rolando

Elaine dos Santos disse...

uauuuu...um pouquinho de Bocage, meu ser evaporei na lida insana, um pouquinho de Augusto dos Anjos, em "Vandalismo".
Em resumo, amei o posto!!

Sandra disse...

Ola Amiga!
Pegue o acesso pela Curiosa e venha buscar seus selos, que estão pelos blogs.
Te espero, lá minha Linda.
Tenho um otimo sábado.
Com muito carinho
Sandra

Silvio Koerich disse...

Este sou eu ao acordar.

Várias coisas fodas acontecem nos sonhos mas ae fode tudo ao acordar e a dura realidade da vida aparecer.

Vivian Pereira disse...

Olá!!!

Conselho para esse poema... "nada como um dia após o outro..." hehehehe...

Obrigada pelo carinho e pela msg deixada no meu blog!!!! Sempre que puder apareça!!!

Grande beijo e ótimo fds!!!

Lídia Borges disse...

Interessante, a ideia!!!


Um beijo

Conceição Duarte disse...

Sandra, interessante seu poema. A luz para eles causa dor mesmo!
Um grande beijo, e bom domingo, CON

Chris disse...

Incompativeis na cor e na dor...
Um abraço
Chris

Daniel Costa disse...

Angela

Um interessante pensamento em jeito de poeminha.
Entretanto postei o selinho, convido a passar.
Beijos
Daniel

Anjo azul disse...

Passando para deixar desejos que o teu Domingo esteja a ser replecto de felicidades
Bjs
AnjoAzul

Iит€я€รรǺитт€ disse...

Muitas vezes nos frustamos, como o dia que rasga a noite nossos planos vão embora e nos deixam na amargura.

Mas a noite sempre volta, e com elas os vampiros dos meus planos, para me sugarem com a expectativa de realizalos, até que o dia vem novamente, e eles me deixam só,

E assim sucessivamente

angela disse...

Peregrina..
Obrigada pela visita
beijos

angela disse...

Rolando
Mistérios da noite...
beijos

angela disse...

Elaine
Obrigada pelo comentário, vindo de você é mais que um elogio.
beijos

angela disse...

Sandra
Obrigada querida
beijos

angela disse...

Silvio
Então somos dois.
beijos

angela disse...

Vivian
Tentarei seguir o conselho..rs
beijos

angela disse...

Lidia
Obrigada
beijos

angela disse...

CON
Obrigada
beijos

angela disse...

Daniel
Passarei sim
Obrigada
beijos

angela disse...

Chris
Incompatíveis mesmo
beijos

angela disse...

Anjo
Obrigada e boa semana para você
beijos

angela disse...

Interessante
pois é, e um dos sonhos é que o amanhã seja diferente.
beijos

Tyna disse...

Que triste, linda!

Sonhos fugindo...

beijos

angela disse...

Tyna
Fogem, não é?
beijos

Lau Milesi disse...

Lindo!
Beijos

angela disse...

Lau
Obrigada querida
beijos

###a.l.#### disse...

Occasum

Autor: Orácio Felipe

Johann é imortal. Mas a imortalidade carrega consigo muitas angústias. A maior delas, a falta de um amor que a acompanhe. Ele buscava, como criatura das trevas, uma companheira que pudesse transformar. Ele buscava um antídoto e havia conquistado alguma força compondo poesias, admiradas tanto pelos seus criados, Igor e Fredy, quanto por aqueles que o perseguiam. Seus buquês de palavras, como costumava chamar, eram entregues àquelas que admirava. Mas havia uma única rosa em seu caminho, para a qual ele passaria a dedicar sua existência, que não era efêmera. Um vampiro buscando extinguir sua chama assassina através do amor de uma mulher. Um soneto pode aliviar a dor no coração frio de uma criatura?

www.clubedosautores.com.br