quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ponto de Resistência


O que vejo
não existe
a verdade não resiste
dissolve-se na imensidão
de símbolos, signos e sinais
quando insisto
o que vejo
é ilusão

em um ponto persiste
uma noção, uma razão

a procura

do que explique
uma criança
triste


(tela de Almeida Junior )

37 comentários:

Hod disse...

Lindo Angela,

Grato pelo carinho de sua visita.

Bom final de semana,

Beijo pra ti.

Renato Orlandi disse...

Lindo mesmo, sempre né, que insistimos vamos mais ilusão do que realidade, a forçamos... Bjuuuu!

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
"uma criança triste"
provoca preocupação em qualquer coração...
gostei...
abs

Deia disse...

Oi Angela! Não há nada que aperte mais o coração do que ver uma criança triste! Não confundir com uma criança mimada que se sente contrariada, mas aquela tristeza que aparece sem explicação (ou, pior ainda, com motivos que não faltam...). Suave poema, gostei imenso! Beijos, Deia.

Rosana disse...

Angela querida, primeiro quero agradecer pela sua sempre carinhosa visita, as pessoas hoje em dia passam pela vida sem notar os que imploram em silêncio por uma ajuda, um carinho, um sorriso... pena, tento não perder a sensibilidade, e, quando me deparo com um texto assim, sinto minha sensibilidade aqui latente, beijo grande em seu coração e um lindo final de semana!

manuel marques disse...

Lindo.
"Nunca ninguém conseguirá ir ao fundo de um riso de criança"

Beijo e bom fim de semana.

MOMENTOBRASILCOM.blogspot.com disse...

ÂNGELA: O simbolo da pureza mundial é a criança. Aos vermos uma só triste, siginifica que td vai de mal à pior. Abrçs. Roy Lacerda.

angela disse...

Hod
Eu que agradeço.
bom fim de semana
beijos

angela disse...

Renato
Quando forçamos é pior.
obrigada
beijos

angela disse...

José Doutel
E sempre as há.
obrigada
beijos

angela disse...

Déia
Obrigada pela compreensão
beijos

angela disse...

Manuel
São sempre tão intensos e sinceros em suas emoções.
beijos

angela disse...

Rosana
Um prazer visita-la e outro recebe-la aqui.
beijos

angela disse...

Roy
Com toda certeza algo não vai bem.
obrigada
beijos

Lara Amaral disse...

Lindo, Angela, uma bela composição poética!

Beijos.

angela disse...

Lara
Obrigada amiga
beijos

Uriel disse...

Boa tarde, Ângela!

Vim avisar que o blog Castelo dos Gêmeos será desativado, pois eu e meu irmão, Wilson, temos um novo.
Como você já me seguia no primeiro, achei que gostaria de saber do novo blog. Espero tê-la por lá conosco também!

O endereço para o novo blog é

http://hajalluz.blogspot.com/

Um beijo carinhoso.
Deus é contigo.

William.

Daniel Costa disse...

Angela

A tela de Almeida Júniore, marca uma realidade que não devia existir, porém o interessante poema diz que sim, existe. Eu clamo que é muito triste.
Beijos

ju rigoni disse...

Bela reflexão num poema que toca fundo a alma.

Bjs, Angela, e inté!

EDER RIBEIRO disse...

Angela, eu tenho um filho que é só sorriso, todos, sem exceção, se encanta com tanta alegria. Realmente é difícil de entender pq tanta tristeza em uma criança. Bjos.

angela disse...

William
Obrigada pelo aviso.
beijos

angela disse...

Daniel Costa
Também clamo amigo.
beijos

angela disse...

Ju
Obrigada pelo comentário sensível
beijos

angela disse...

Eder
Muito amor ele deve ter e bons tratos. Criança não precisa de muito.
beijos

Marilu disse...

Olá Angela, te vi em vários blogs de amigos e vim conhecer teu espaço.Adorei. Por coincidência postei em meu blog, Filhos Abandonados, que nada mais são que crianças tristes. Estou te seguindo. Tenha um lindo final de semana...Beijocas (se tiver um tempinho de uma passadinha no Devaneios)

Lau Milesi disse...

Angela, não há nada mais lindo do que um sorriso de uma criança. Mas, infelizmente, ainda existem pontos de resistência, por exemplo, à políticas que possam retirar menores abandonados das ruas, das mãos do tráfico, das guerras, etc.
Belo e reflexivo poema.Parabéns!

Um beijo

ELIANE TAVEIRA disse...

É triste e real, enquanto houver fome no mundo, haverão crianças tristes...


Bjos

Eliane

Maria Ribeiro disse...

ÂNGELA: nada mais triste do que a tristeza e infelicidade nos olhinhos de uma criança!A fome ,a guerra e as doenças deveriam ser prioridades dos governantes do mundo, para não ter que ver esses olhos...LINDO, HUMANO, SENTIDO ,esse poema!
BEIJINHO DE Mª ELISA

angela disse...

Marilu
Obrigada pela visita, Vou visita-la.
beijos

angela disse...

Lau
Verdade, infelizmente ainda existem muitas coisas que tornam inúmeras crianças tristes

angela disse...

Eliane
É o olhar mais triste que há.
beijos

angela disse...

Maria Ribeiro
Esta deveria ser a prioridade de qualquer governo, e seria tão bom..
beijos

Daniel Savio disse...

O motivo não é uma criança triste, mas sim trazer felicidade a esta criança...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

angela disse...

Daniel Savio
Este deve ser o nosso objetivo na vida.
beijos

Karina disse...

Só pode haver uma criança triste onde falta amor.

Beijos!

angela disse...

Karina
Verdade
E onde falta amor pode faltar muitas coisas mais.
beijos

maria disse...

Tenho as vezes uma impressão de que uma criança é "um adulto num corpo pequeno". Mas, poucos sobrevivemos a isso!
Tenho um amigo assim, um menino num corpo de homem!
O admiro por isso.

Lindo seu poema Angela!