terça-feira, 27 de julho de 2010

Que Sejam


Que sejam palavras bem ditas
benditas
iluminadas
que seduzem
enternecem
alegrem

que sejam
claras
sensatas
sábias

o verbo
a rima
o verso
o inverso

que sejam palavras mal ditas
malditas
que entristecem
inquietam
enraivecem

que sejam
obscuras
equívocos
eco
ressonância

que sejam
palavras

do seu silêncio
são feitos meus ruídos


(Edward Hopper room jn New York - Google)

58 comentários:

Lara Amaral disse...

Gostei, Angela!

Lembrou-me do meu poema Maldição.

Bom mesmo seu escrito.

Beijo, flor.

Renato Orlandi disse...

Que incentivo! De algumas pessoas esperamos isso mesmo, palavras, sons, arte, qualquer coisa, qualquer momento... o que perturba é o silencio, adorei! Bjao!

Lídia Borges disse...

A cadência e a sonoridades fazem deste um belo poema.
Usar assim as palavras é, de facto, arte.

Hod disse...

Então que as mal ditas palavras adormeçam no frio váxuo do infinito.
E que despertem a bemditas palavras no calor coração de cada pessoa vivente.

Lindo Angela.
Bastante contente por ter divertido-se conosco em dia tão festivo e também pelas gentis e doces frgrâncias que deixastes em minhas atmosferas.

Beijo grande amiga querida.

Tertúlias... disse...

Estou abismado Angela,

ando trabalhando numa postagenzinha simples... e quando voce escreve "Que sejam palavras bem ditas
benditas
iluminadas
que seduzem
enternecem
alegrem" parece que eu vejo o motivo da minha postagem... Ainda vai demorar até amanha, acho, para poder postá-la... mas estou realmente surpreso com tanto "transmimento de pensacao!".
Beijo do Ricardo

Daniel Costa disse...

Angela

Gostei do poema que parece ser muito do teu jeito. A proposta creio que é ficar imune ao ruído, quando este evoca pesadelos.
Beijos

Dalva Maria Ferreira disse...

Grande Angela!

Chica disse...

Maravilha,Angela!Belas palavras!um beijo e ainda estou por aqui, na praia, retorno logo!chica

Sandra Botelho disse...

Lindo de viver e de ler...
Belas palavras.
Bjos achocolatados

manuel marques disse...

"O silêncio só existe em contraste com o barulho. Se não há barulho a contrastar, é ele próprio barulhento. E então apetece o ruído para ele ser menos ruidoso ..."

Beijo.

Daniel Savio disse...

Seria reflexo da alma esta palavras...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

EDER RIBEIRO disse...

O poema todo é estupendo, mas este final é de encher os olhos. Bjos.

Essência e Palavras disse...

Que delicia, quanta sensibilidade...
Seu blog ta lindo , sensível.
Adorei!

beejo!

angela disse...

Lara
Preciso relê-lo
Obrigada
beijos

angela disse...

Renato
E como perturbam certos silencios...
beijos

angela disse...

Lídia
Obrigada, me deixa feliz com seu comentário.
beijos

angela disse...

Hod
Diverti-me de fato em sua festa, cheia de coisas boas e e palavras benditas.
beijos

angela disse...

Ricardo
Suas postagens sempre são cheias de palavras que enternecem, alegram, iluminam.
beijos

angela disse...

Daniel Costa
Tem ruídos que o silêncio provoca que são de fato pesadelos.
beijos

angela disse...

Dalva
Grande Dalva!
beijos

angela disse...

Chica
Obrigada amiga e vejo que já está voltando devagarinho.
beijos

angela disse...

Sandra
Obrigada querida
beijos

angela disse...

Manuel Marques
Isso mesmo amigo
beijos

angela disse...

Daniel Savio
Sempre são reflexos da alma
beijos

angela disse...

Eder
Foram meus olhos que se encheram com seu comentário.
obrigada
beijos

angela disse...

Essência
Obrigada pela visita atenta e carinhosa.
beijos

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
belíssimo poema!
as palavras serão bemditas se bemtratadas... e vc as bemtratou!
abs

Mariana disse...

que sejam palavras bem ditas e que fiquem no coração.
lindo o poema.

ju rigoni disse...

É mesmo, Angela. Há silêncios que gritam dentro de nós.

Registro o ritmo desse seu belo poema.

Bjs e inté!

Lau Milesi disse...

Oi Angela, seu poema me lembrou uma citação de Oscar Wilde, que usei certa vez com meu filho mais velho.
"Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos".
Parabéns, amiga!

Um beijo

lis disse...

Oi Angela
estou retornando depois do descanso e das saudades!
me permiti ficar distante e vejo que seu espaço está mais lindo ainda .
Gostei do que vi , bela tela de Hopper e um belo poema.
saudade amiga, fico por aqui a te espreitar.
beijinhos

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Vou adicionar o seu blog aos meus links.

Saudações poéticas

C Jorge F disse...

Cada palavra foi uma ideia genial!

Karina disse...

Lindo poema!
É difícil extrair palavras do silêncio dos outros. Nesse caso, muitas vezes silenciamos as nossas também.

Já falei que adoro as imagens que você usa em suas postagens?

Beijos!

Rosani disse...

Olá! Angela

Há palavras que iluminam nossa alma, adorei a poesia.
Tudo muito belo aqui, beijos,

Fatima Cristina disse...

Oi Angela!
Saudades de vir aqui.
Lindo poema. Uma grande viagem em suas palavras.
Beijos!

Chica disse...

Volto pra agradecer o carinho...beijos,lindo dia!chica

Sandra disse...

Parabéns pelas belas palavras.
Uma linda e bela poesia.

amiga participei da coletiva da ecologia day da nossa amiga sonia. Não tive tempo de vir antes.
Por isso venho hoje compartilhar contigo.
Um grande abraço,
sandra
http://sandrarandrade7.blogspot.com/2010/08/coletiva-ecological-day.html

Sandra disse...

Rimas e versos
poemas e prosas.. Tudo se misturam para compo a mais bela poesia. Lindo amiga.
sandra

Maria José disse...

Angela. Adorei o poema. Esse jogo de palavras tão bem feito para falar de palavras. Beijos.

Beta disse...

Olá querida!
Vc gosta de rock?
quer ganhar um CD personalizado?
Então passa lá no Mix:
http://www.mixculturainformacaoearte.com/2010/08/live-and-dangerous-thin-lizzy-coluna-de.html

bj

angela disse...

José Doutel
E você me bem tratou com as suas.
beijos

angela disse...

Mariana
De preferência que sejam bem ditas.obrigada
beijos

angela disse...

Ju
E como gritam alguns...
Obrigada
beijos

angela disse...

Lau
E é tentando entender esses eilêncios que os ruidos se fazem...
beijos

angela disse...

Lis
Você fez falta
Obrigada
beijos

angela disse...

Lis
Você fez falta
Obrigada
beijos

angela disse...

Vieira Calado
Muito me honra amigo
beijos

angela disse...

C Jorge
Obrigada
beijos

angela disse...

Karina
É muito difícil mesmo, é preciso conhecer muito o outro.
obrigada
beijos

angela disse...

Rosani
Há palavras que são tão bem vindas...
Obrigada
beijos

angela disse...

Fátima
Saudades de sua presença
beijos

angela disse...

Chica
e recebo o seu com prazer.
beijos

angela disse...

Sandra
Obrigada amiga
beijos

angela disse...

Maria José
Obrigada amiga
beijos

angela disse...

Beta
Obrigada pelo convite
beijos

Vieira Calado disse...

Vim reler (ou reler)

OS TEXTOS AQUI APRESENTADOS.

BEIJINHOSS

angela disse...

É sempre um prazer recebe-lo
beijos