terça-feira, 17 de agosto de 2010

Bloggincana de Agosto


TAREFA da BlogGincana de AGÔSTO promovida pelos blogues VARAL DE IDÉIAS e EXPRESSO DA LINHA

Escolhi as três cidades que me formaram, que mais influencia tiveram em minha vida e em minha maneira de ser.


A primeira delas é Itápolis. A cidade que nasci e onde vivi os primeiros 10 anos da minha vida. Lá tive minhas primeiras lições sobre a vida. Uma cidade pequena, calma em que pude brincar a vontade e todo mundo tomava conta de todo mundo (isso nem sempre era bom) As regras eram claras e rígidas e eu nunca fui muito boa no quesito obediência, então conheci muitos castigos e hoje em dia penso que eles de alguma forma me fortaleceram. O padre era figura proeminente e dois grupos políticos dividiam a cidade. Nascemos em casa pois na época o hospital da cidade pertencia ao grupo político contrario ao do meu pai. Brincava descalça (até hoje é a primeira coisa que faço quando chego em casa, tiro o sapato), subia em árvores, pegava a fruta do pé, cuidava dos cachorros, andava a cavalo e no meio do pasto, claro que com certo receio do touro. Vi o café ser colhido e ficar secando, todo aquele trabalho duro na terra. A cidade mudou depois que a TV chegou por lá e saiu daquela mentalidade dos anos 30/40 para os anos 70, mas eu já não estava por lá.


A segunda é São Paulo, onde aprendi primeiro o que era solidão e tédio mas que desenvolveu definitivamente meu prazer pela literatura. Depois veio o resto todo, os namoricos, casamento, amigos, faculdade, trabalho, filho a vida adulta e agora aprendo a envelhecer. Teve um tempo em que eu pensava que não poderia viver em nenhum lugar que não fosse nessa cidade, com tantas
coisas para fazer e ver. Vivo no mesmo bairro há muitos anos e verifico que acaba ficando parecido com uma cidade do interior, conheço o moço da farmácia, a vendedora da loja de roupas, o caixa do banco. o dono da padaria, o da ótica, etc.Entretanto quando entro em uma fila para assistir um filme, ando por uma rua cheia de carros, já acho que tem gente demais, tudo demais nesta cidade e aí me pego sonhando com outras paragens.

.
A terceira cidade é Paris, que além de linda e romântica me ensinou nos anos 70 que a vida podia ser diferente daquela que eu conhecia. Eu estudava na USP e eram os anos de chumbo da ditadura militar, tomava-se cuidado com o que se falava, muita gente sumida, professores exilados ou presos e a censura agia a vontade proibindo filmes, livros, interferindo nas TVs, nos jornais, etc e claro que como nunca fui muito obediente...Então não me esqueço que estava no metro de Paris com um livro sobre os Tupamaros e preocupada em esconder o título quando me dei conta que não precisava fazer isso ali e comecei a ler muito feliz. O mundo podia ser diferente daquele que eu conhecia. Podia ser melhor.


(fotos retiradas do Google)

46 comentários:

Tertúlias... disse...

Adorei este passeio geográfico por dentro da tua vida... e amei o detalhe do livro... que lindo! A poesia do cotidiano...

Chica disse...

Lindas escolhas, tão bem fundamentadas.

Gostei!

beijos,tudo de bom,chica

Chica disse...

Lindas escolhas, tão bem fundamentadas.

Gostei!

beijos,tudo de bom,chica

expressodalinha disse...

Tudo excelentes escolhas: a raiz; a estabilidade; a diferença. Perdoe a ignorância:onde fica Itápolis?

Eduardo P.L disse...

Itapolis, São Paulo, Paris, três cidades, três épocas da vida, Tr~es razões para muitas recordações! As cidades pautam nossa existência.

Obrigado por participar!

Fernanda disse...

Mas essa tal de Paris deve ser linda hein??? Todo mundo fala dessa cidadezinha!!! (kkkkkkkkk)
Brincadeirinha!!!
É linda mesmo, parabéns!!
Itápólis não conheço, mas agora com tua dica, pretendo em breve...
São Paulo... essa é que nem pequi (a fruta) ame-a ou não se arrisque!! É cidade enigmática e só se entrega a quem se entrega a ela... mas tem uma beleza muito especial!!
Tudo muito lindo!
Parabens!
Fernanda

Daniel Savio disse...

Não parece ser grande coisa, mas sempre é bom passar a infância numa cidade pequena, pois temos liberdade para brincar fora dos muros de casa, de tudo que a gente quiser...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

Deia disse...

Das três cidades, conheço as duas últimas. São Paulo me acolheu com braços abertos, sorriso nos lábios (mas faca nos dentes). Fiz amigos, que são bons e fiéis, e apaixonei-me por aqui. Não penso daqui sair por nada.
Paris, ainda que em épocas diferentes, transmite-me essa mesma sensação de liberdade. Os tempos são outros no Brasil, eu sei, mas o medo mudou de personagem - por isso, fica fácil olhar através de sua lente!
Quanto à Itápolis, deve ser um lugar lindo para se voltar aos finais de semana e férias, não é? Mas, é uma história virada em sua vida, imagino... Quero dizer, você se vê voltando a morar lá?
Um beijo, adorei sua participação! Deia.

Renato Orlandi disse...

Olha que surpresa! Mal imaginava que era de SP! Só conheço poetas e escritores do RIO rs, acho que pela inspiração, não sei, fiquei feliz. Realmente é uma cidade um tanto solitária apesar de cheia de pessoas. E sua infância na cidade pequena me lembra a minha em Minas, adorei, acho que me compreende mais do que pensava hehe! Bom, para mim falta só Paris uhuull! hehe bjuuuu!

José Doutel Coroado disse...

decididamente, somos todos um pouco de todos os lugares onde "crescemos"...
abs

manuel marques disse...

amei conhecer estas suas pequenas facetas.

Beijinho.

Maria José disse...

Que bom saber um pouco mais de você, amiga. Beijos.

Hod disse...

É Angela, absorvemos a cultura do local. Excelente sua participação.

Amiga tb te agradeço a doce fragrancia que deisxaste pra mim. E quero que pense na possibilidade de construirmos junto um Duplix, ou se me convidar saiba que já aceito.

Beijos pra vc.

angela disse...

Ricardo
O detalhe do livro foi um dos momentos mais "iluminados" que tive na vida.
Obrigada
beijos

angela disse...

Chica
Escolhemos com o coração.
Obrigada
beijos

angela disse...

Jorge
Obrigada pelo comentário.
Já respondi em seu blog, mas vou responder aqui também, pois muita gente não deve saber. IItápolis fica no interior do estado de São Paulo.
beijos

angela disse...

Eduardo
Eu é que agradeço a oportunidade de participar dessa blogagem.
Obrigada
beijos

angela disse...

Fernanda
Sem duvida São Paulo é uma cidade difícil e que precisamos de paciência para descobrir seus encantos.
obrigada pela visita e pelo bom humor derramado aqui.
beijos

angela disse...

Daniel
Tenho lembranças muito boas e algumas ruins, mas sou feliz quando penso naqueles tempos.
beijos

angela disse...

Daniel
Tenho lembranças muito boas e algumas ruins, mas sou feliz quando penso naqueles tempos.
beijos

angela disse...

Deia
Gostei da faca nos dentes...rs e de fato Itápolis é pagina virada na minha vida. Tenho ótimas lembranças, fui muito feliz lá, mas eram outros tempos e eu era outra também.
beijos

angela disse...

Renato
Então próxima parada Etoile metro station.
beijos

angela disse...

José Doutel
Trazemos dentro de nós essa geografia amorosa que nos forma.
beijos

angela disse...

Manuel
Que bom que gostou.
beijos

angela disse...

Maria José
É bom se mostrar para os amigos.
obrigada pela visita
beijos

angela disse...

Hod
Absorvemos mesmo.
Vamos fazer um duplix sim, só espero estar a altura do amigo.
beijos

Vieira Calado disse...

Em Paris vivi eu durante 5 anos.

Cidade das luzes.

Onde muito aprendi

e vivi...

Bjs

João Menéres disse...

ITÁPOLIS : Nãon conheço, mas vejo que aí de menina-rapaz te fizeste uma senhorinha que, SAMPAS transformou aos poucos numa SENHORA!
Já estive aí por duas ocasiões, mas tão breves que não consigo dizer ´mais que não seja: UMA GRANDE METRÓPOLE!
PARIS : É a CIDADE-LUZ!
Por isso, sempre que surge uma oportunidade, aí estou, seja Inverno, Primavera ou Outono!

Felicoto-te por TAREFA tão esplêndida, que até deu para conhecer um pouco mais da minha querida ANGELA!

Enorme beijooooooooooooooooo.....

lis disse...

Oi Angela
Lindas cidades, a sua Itápolis,a cidade natal e a escolhida São Paulo sempre gigantesca e bela , Paris inigualável.
Boa tarefa, gostosa de fazer.
ultimamente nao tenho muito tempo pra participar mas aprecio e dou força ao BlogGincana.Pena que tem fugido um poco ao objetivo que é interagir com novos blogs e acaba ficando só entre os mesmos amigos, os de sempre.Notei isso na última participação, visitei todos os blogs participantes ,mas nao fui visitada , nao há retorno na interação, mas é válido, uma brin cadeira super animada . Eu gosto. Parabéns pela participação sempre simpática amiga
beijinhos

Daniel Costa disse...

Angela

Realmente, o mundo devia ser diferente, para melhor. Com muita clareza contaste bem, prendeste-me à leitura e terminaste bem.
Beijos

Anne Lieri disse...

Angela,que bela participação!Tres cidades diferentes cada qual vc acolheu a sua maneira e foi feliz!Adorei sua narrativa!Obrigada pelo seu carinho!Bjs,

angela disse...

Vieira Calado
Imagino, eu em tão pouco aprendi tanto.
beijos

angela disse...

João
Foi bem assim mesmo, nunca recusei brincadeira fosse qual fosse, boneca ou guerra de mamonas...rs. Paris é um pouco longe para mim, mas me recuso a passar pela Europa sem dar uma olhada nela.
Obrigada amigo pelo carinho.
beijos

angela disse...

Lis
Obrigada pelo comentário e cada lugar tem seu encanto depende um pouco da gente encontra-lo. Quanto a bloggincana eu participo porque gosto do desafio, e de ver como uma mesma tarefa é cumprida de maneiras tão diferentes e isso me encanta, ver a diversidade de pensamentos. Quanto ao objetivo dos outros...Não sei, mas achei interessante suas observações. Pensarei sobre elas.
Beijos

angela disse...

Daniel Costa
Era diferente, mas as coisas mudam e não depende da gente, simplesmente mudam.
Obrigada pelo seu comentário sobre o texto, sabe que aprecio sua opinião.
beijos

angela disse...

Anne
Obrigada pelas observações e sei que deve ter tido o maior sucesso na Bienal ontem.
beijos

Quase Blog da Li disse...

Angela,
suas escolhas tem tanta bagagem, tanta vida, tanta experiência...
Eu admiro quem tem história pra contar!
Parabéns!
Um grande beijo,
li

Lau Milesi disse...

Oi Angela querida, é muito bom ter "good memories", não é? Só conheço as duas últimas cidades que te marcaram. Qanto á epoca da ditadura, que bom que você lembra... Há candidatos, ao posto maior do país, que renegam seus tempos de exilado. Que coisa, não é Angela? Adorei a ideia da blogagem coletiva. Queria ter participado...
Um beijo e parabéns pelo alto astral do texto.

José Jaime disse...

Um belo passeio pelas lembranças.
Abraços
José Jaime

Sandra disse...

São Paulo conheci outro dia, por causa da bienal.Linda a cidade. Embora um pouco triste sem ser o centro.
.Paris é Paris, não a conheço, mas quem sabe um dia....
Estas coletivas nos ensinam muito, são momentos de aprendizagem e conhecimento. Aprendemos muito um com o outro.

Sandra

angela disse...

Li
Ainda bem que não é só a idade que aumenta..rs.
Obrigada.
beijos

angela disse...

Lau
Não dá para esquecer o que foi vivido e mesmo o que depois pode ser auto criticado foi vivido e ensinou coisas.
beijos

angela disse...

José Jaime
Foi mesmo um passeio. Precisei selecionar...rs
beijos

angela disse...

Sandra
É uma oportunidade de troca e de conhecimento.
beijos

Diz disse...

Gostei do teu percurso. Sabe q não lembrava q mora em Sampa? achava q fosse outra cidade- sou mt desligada de certas coisas. Qd for ai vou te conhecer. Bj Laura

angela disse...

Laura
Será um prazer conhece-la. Vou gostar com certeza.
beijos