domingo, 12 de setembro de 2010

Uma bicadinha de agradecimento


Nesses dias de recolhimento recebi muitas mensagens de afeto e sou grata a todos os que por aqui passaram e deixaram suas palavras, quase fiquei mal acostumada...rs
A vida é algo muito estranho e já desisti de tentar entender, acontecem coisas que não podemos explicar, mas que dão algum sentido ao que está acontecendo.
Transcrevo abaixo o comentário deixado por Xunandinha em minha postagem "Meus Amigos"

"Voltei para te contar o que aconteceu no prédio onde habito, numa varanda num dos andares devolutos.Com o clima a mudar duas gaivotas foram parar na varanda do 3 andar direito, como era Agosto praticamente estava tudo de férias, no andar do lado mora uma senhora invisual que começou a ouvir barulho mas pensou que fosse dos pombos, pois há bastantes por aqui.

Como cada dia o barulho era maior ela pediu para se ver o que se passava.
Ao abrir a janela uma gaivota estava caída já morta,a outra depois de se conseguir por em posição para ver se voava com o bico apertou ligeiramente o braço de quem a segurava e partiu como agradecendo a ajuda, por isso cura tu também a tua dor mas amiga não te esqueças que tens que começar a voar.Um forte abraço do fundo do coração,beijinhos"


Ainda um pouco triste, mas vamos voar.

28 comentários:

Chica disse...

E estamos loucos pra ver teus voos leves e lindos como sempre...

Voar é preciso...

beijos,tudo de bom,chica

xunandinha disse...

Voltei, depois de uns dias de ausência, fui a Santiago e não me esqueci de ti.
Não imaginas a felicidade que senti por teres conseguido agarrares as asas da minha gaivota, começa a voar amiga que devagar se vai ao longe...força um abraço cheio de carinho beijinhos

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
que o céu não seja um limite...
abs

Irene Moreira disse...

Estou aqui para te ver voar, acompanhá-la se assim souber em pequeninos voos e sentir tanta beleza que tens para nos mostrar.

Beijos em seu coração

Leonardo B. disse...

[é também na partilha, que o voo se ensina... esse vicio de sonhar o voo]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Daniel Savio disse...

As vezes não temos tempos para nos curar, mas com certeza, não podemos parar de procurar a felicidade...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

lis disse...

Também estou contente por ver voce voltando assim devagarinho, num vôo sereno de uma ave ferida pela dor porém firme e segura porque sabe que é preciso continuar acreditando nesse ciclo da vida.
Nem imagino ficar sem voce por aqui Angela.
Espero ve-la nas parcerias poéticas e no seu sorriso peculiar .
Conta comigo , sempre.
Bons dias com meus abraços
Obrigada pelo elogio da pintura, adoro as tintas e sem tecnica mesmo dou umas pinceladinhas rs
abraços

Gilmar disse...

Acabo de oferecer-lhe o Prêmio “Blog de Ouro”. Passe lá no Caminhar & Ruminar para apanha-lo. E, como sempre faço, preciso dizer-lhe que fique à vontade para acolher o presente, passar adiante ou recusa-lo. Fique à vontade, sem quaisquer constrangimentos! Um grande e fraterno abraço!

Vieira Calado disse...

Então, a menina continua em férias!

beijocas

Daniel Costa disse...

Angela

Tenho dado pela tua tua falta, é certo, mas não me ocorreu, terem havido desssa "férias".
O episódio que penso da vida real, é contado nesse jeito, mesmo que que não fosse, o modo como a tua amiga te incentivou é digno de nota alta. Desejo tudo do melhor para ti.
Beijos

Renato Orlandi disse...

Que lindo! Tomarei mais esta lição também e espero que tenha motivado! Bjao!

Espaço Aberto disse...

A vida nos faz passar por fases... Em breve a alegria toca o seu coração!
Deixo abaixo um convite...

Quem nesta vida já não conheceu aquela pessoa que vive reclamando, a qual é praticamente impossível fazer companhia dada a sua antipatia e/ou mau humor frequente? Se você quer saber mais sobre esse problema, venha ao nosso blog ler a matéria da nossa amiga Carmem.
Um abraço carinhoso

Lau Milesi disse...

Oi Angela querida. Sua luz , que é enooorme, a guiará a alçar voo logo,logo. Fique bem

Um beijo, amiga.

Deia disse...

Quando voamos em companhia, sentimos o estímulo e o apoio dos que voam ao nosso redor. Estaremos sempre aqui para desacelerar e acompanhar o seu ritmo, tenha certeza! Um beijo, Deia

angela disse...

Chica
Obrigada amiga, sempre fiel e constante. Sua alegria contamina.
beijos

angela disse...

Xunandinha
Agarrei a asa da gaivota com muita emoção.
Obrigada querida.
beijos

angela disse...

José Doutel
Que não haja limites, além do bom senso.
beijos

angela disse...

Irene
Obrigada pelo carinho e pelo incentivo, estou tentando.
beijos

angela disse...

Leonardo
Verdade, tenho aprendido muito com meus amigos blogueiros, com o que eles comentam, com o que leio, com as dicas que me dão. Ler seus poemas é sempre um vôo lindo.
beijos

angela disse...

Daniel Savio
A vida pede para seguir, tem razão.
beijos

angela disse...

Lis
Obrigada, sabe que mora no meu coração e deveria dar suas pinceladinhas nas palavras também.
Beijos

angela disse...

Gilmar
Obrigada pela honra de me conceder o premio.
beijos

angela disse...

Vieira Calado
A menina (obrigada..rs)já voltou.
beijos

angela disse...

Daniel
Foi tudo do mundo virtual, mas me pegou realmente. Doeu e a história das gaivotas foi muito significativa.
beijos

angela disse...

Renato
Motivou sim amigo.
beijos

angela disse...

Espaço aberto
E quantas fases...
Já passei por lá e li o bom texto da Carmem.
beijos

angela disse...

Lau
Vamos voar amiga com nossas asas quebradas rs.
beijos

angela disse...

Deia
Sei que essa dor não foi só minha, foi de muitos e de alguns até mais próximos dele do que eu. É que me pegou no meio do vôo
Obrigada pela generosidade.
beijos