domingo, 17 de outubro de 2010

Para a Hora de Esquecer

Poema de Emily Dickinson

(Tradução de Angela -Lago)

29 comentários:

Ivana disse...

Olá,
Um bela composição de palavras e imagem onde a delicadeza sobressai. Uma bela tarde de domingo!

manuel marques disse...

Se não soubermos esquecer, nunca estaremos livres de tristeza ...

Beijo.

Lau Milesi disse...

Angela, quando o ♥ para de pulsar a casa tem que ser desocupada. Lindo poema. Gosto muito das citações e dos poemas dessa poetisa . Ela vivia anos anos luz à frente.Legal, né?
Lindo, seu post, uma ternura só.

Lídia Borges disse...

Bonito! Esquecer, mas devagar para não doer muito!


L.B.

Chica disse...

Lindo e sábio conselho...beijos,tudo de bom,chica

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
gostei!
abs

EDER RIBEIRO disse...

Esquecer para dar a oportunidade de novas experimentações. bjos.

Majoli disse...

Que linda escolha Angela, um poema encantador.
Beijos.

Daniel Savio disse...

Não dá para esquecer o que há no coração, fato, principalmente quando é amor...

E obrigado por sempre me incentivar lá no meu cantinho =P

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

Judite disse...

Ergue-te e caminha.
Enxuga as lágrimas e fita os céus.
Deus que te sustentou até ontem, sustentará hoje e sempre.
A sombra vale para destacar a luz.
Se provações te feriram, esquece.
Se desenganos te amargaram a existência, não esmoreças.
Escuta a esperança, no silêncio da própria alma, a falar-te de futuro e de amor, de beleza e eternidade e transforma a bênção das horas em riqueza de trabalho.
Olvida toda sombra, à procura de mais luz e perceberás que Deus está contigo, em teu próprio coração, a estender-te os braços abertos.

Beijo grande e linda semana pra vc!

Deia disse...

Oi Angela! E lá estamos, a aprontar para o próprio coração! Lembramos mais um momento... Um beijo, Deia

Daniel Costa disse...

Angela

Bá!... Bom momento de poesia, só tu. Adoro a diversidade do belo.
Beijos

Espaço Aberto disse...

Olá...
Hoje convidamos você para fazer uma profunda reflexão em nosso blog. Ao ler o texto da nossa amiga Déia e responder a pergunta final: “E para você? Sua vida tem raros momentos de recomeço? Ou você aproveita as rupturas e entra, quando necessário, em uma nova estrada?”
Esperamos a sua participação.
Receba o nosso abraço carinhoso

Você em Pauta disse...

"Coração, lembre-me de esquecer aquele que tanto amei.
Lembre-me de esquecer aquele que lhe pedi para nunca esquecer...

Coração...

Esquece-te que lhe lembrei, pois somente em esqquecer, de alguma forma estou a lembrar"

Estava meio sem tempo para escrever, mas cá nesse chao de giz, é impossivel passar sem deixar nossas pegadas....

Beijos Angela

Felliphe

Renato Orlandi disse...

Que fofo... vou me esforçar hehe... queria que alguem me obrigasse sabe, me dissesse isso e me fizesse esquecer... adorei o poema... ^^ bjuu!

xunandinha disse...

Que belo poema amiga, adorei continua, beijinhos e um grande abraço

| A.Luiz.D | disse...

deixa o coração trabalhar..

gostei..

bjos

Saozita disse...

Querida amiga, não conhecia este poema. Bate, bate coração, enquanto pulsar, vou recordar!
Lindo.

Tem uma boa noite.
Bjs

Sãozita

Jeanne disse...

Linda poesia, mas acho que esquecer é impossível. Podemos tocar a vida, viver outros amores, mas aquele continua vivo.
Beijos

Elcio Tuiribepi disse...

Oi amiga...obrigado pela presença lá no Verseiro...esquecer é uma palavra que a gente deveria esquecer, a gente pode não ficar lembrando, mas esquecer é uma coisa muito forte...apagar totalmente...sei lá...
Mas o poema é bonito...lembra um outro que agora esqueci...rs..brincadeira...
um abraço na alma
bjo

lis disse...

Apagar o pensamento! não é fácil, mas necessário.
principalmente quando os pensamentos doem e ardem no peito.
abraços querida Angela

Graça Pereira disse...

Saberá o coração esquecer? Ás vezes, era tão bom... Desliguemos o pensamento, para voltarmos a viver!
Lindo poema!
Beijo
Graça

marcelo dalla disse...

Querida!!!!! Seu blog tá lindo!!!!!!
Fiquei interessadissimo em saber mais sobre a revista que vai ser lançada. parece ser um trabalho bacana, de alta qualidade.
Grande bjo e sucesso!!!

Olívia Comparato disse...

Belíssimo! Vou procurar mais por esta autora. Parabéns pela escolha do post! De muito bom gosto!
bjs

Pérola disse...

O coração da gente é terra que ninguém anda né amada.
Linda a sua postagem.
Parabéns minha florzinha.
Beijokas de boa noite.

Lua Nova disse...

Que triste! Aprender a conviver com as lembranças, com as cinzas dos sentimentos que arderam, com a brisa dos sonhos que tivemos, com as sombras dos momentos vividos...
É da natureza o renascer cotidiano...
Saudades de vc.
Beijokas.

Lucimar Sant`Ana disse...

Querida, tenho saudade dos meus amigos virtuais e vc é uma especial.
Estive passando por um problema muito sério em minha vida, então resolvi viver minha angustia me insolando de tudo e de todos.
Agora me sinto melhor.
Adorei o que vc escreveu, porém ainda estou fria nos meus sentimentos.
Um grande beijos.

Lucimar

Irene Moreira disse...

Sempre bom poder lembrar por alguns momentos.

Beijos

Karina disse...

O erro é gostar de quem nos provoca dor.

Beijos!