quinta-feira, 14 de abril de 2011

Já era


Cansei de tanta civilidade

de tanta privacidade

desse silencio

esse resguardo

esse mundo palatável

agradável


Mistérios enfurnados no porão

falsos pudores

uma ambiguidade

estonteante


Dispensa soldado

e chibata

para exercer seu poder

tudo é sutil e velado


Tranquei o coração

aprendi o jogo e

sinceramente...


23 comentários:

✿ chica disse...

Poema decidido e intenso! Lindo! beijos,chica

Lau Milesi disse...

Um poema de atitude. Genial!Amei a sincronia / sincronicidade versos-imagens. Parabéns!!!

Beijossss

Sandra Botelho disse...

E viu que realmente foi melhor assim...beijos achocolatados

Lis disse...

Gostei do finalzinho Angela
"sinceramente..."
não dá rsrs

o poema é forte , com atitude, mas prefiro-te com o coração destrancado a liberar afetos...

como todo poeta é fingidor , vá lá rsrs

abraços Angela

valquiria calado disse...

É bem assim, o amor é benção quando é corespondido na mesma medida...no contrario escravisa,,, eu acho crueldade fazer alguém sofrer por amar.

Maria José disse...

Angela. Lindo poema. Sinto atitude, decisão, força, vontade... e um coração magoado. Beijos.

Pepi disse...

Querida Angela,
Lindo poema, como sempre
Viemos retribuir a sua visitinha
Um lindo fim de semana
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Samaryna disse...

Angela, uma rodada de baiana bem poética. Uma boa sexta. Deixo o meu afeto.

ju rigoni disse...

O jogo que se impõe realmente cansa. E o cansaço nos exclui. É a era do já! Ser quem realmente se é,... já era!

Maravilha, Angela!

Bjs, bom fim de semana. E inté!

Beta disse...

Também cansei...

O mundo e as pessoas estão cada vez mais difíceis...

bjkas

Beta disse...

Também cansei...

O mundo e as pessoas estão cada vez mais difíceis...

bjkas

Daniel Savio disse...

Mas amor nunca deve ser considerado um jogo, principalmente, no que se trata de guardar o próprio coração...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

Lídia Borges disse...

Surpreendente!... Os sinais de um tempo sem rumo.

Muito compensadora esta leitura.

Beijinhos

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Angelita

sabe, ao invés de fechar a torneira, vamos apertar com uma cinta, uma chibata, o pescoço do jarro.

Sabe,é mais dolorosa essa imagem, tanto da foto quanto do poema.

Pq ter que deter a esperança, não é dos humanos. Compartilho querida, e te velo enquanto vc espera dias mais claros.

Sônia Silvino disse...

Angela querida!
Tudo bem contigo?
Saudades!
Disse tudo em poucas palavras, mas muito bem escolhidas! Adoro o teu estilo, amiga!
Beijos, muitos!
Bom domingo!

A. Reiffer disse...

Gosto dessa expressão de amargura não subjugada. Abraços!

Amapola disse...

Bom dia.

A hipocrisia é sutil e irritante.

Um grande abraço.
Tenha um lindo domingo de paz.

Sonia Pallone disse...

Ah, essas reticências dizem tanto não é amiga? Vou concordar com elas...Um beijo querida.

orvalho do ceu disse...

Hoje, início da Semana Santa, o meu desejo de paz e alegria é para vc... bem como uma chuva de:

Orvalho do Céu (uma “Chuva de Néctar da Verdade”... ou de Palavras de Deus)...

Estarei oferecendo um Retiro em meu Blog durante toda semana, passo para convidar e aguardar a sua visita...
Preparei tudo com todo o meu carinho fraternal... Espero que lhe seja útil!!!
É exatamente isso que lhe digo nesse tempo que estamos entrando:
Uma Abençoada Semana Santa e uma Páscoa extremamente feliz!!!
Bjs de paz e achocolatados desde já pois estarei também em Retiro Espiritual.


http://espiritual-idade.blogspot.com/

As Tertúlias... disse...

Que interessante - concordo com A.Reiffer: Uma expressao de amargura nao subjugada. Sim, senti o mesmo... já a primeira linha com "cansei da tanta civilidade" nos conta da "mood" em que voce nos coloca! Quanto talento!
Beijo amiga
Ricardo

Anne Lieri disse...

Angela,crescer dói na alma da gente!Ver o mundo,a realidade...tudo isso ás vezes machuca!Ficou lindo seu poema!Bjs e boa semana!

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
por vezes cansa... Mas... Logo depois acontece algo que nos "espavila"... que nos dá vontade de acreditar de novo... E aí vamos nós!
abs

ps:Gostei!!

JGCosta disse...

Infelizmente a vida é politicamente um jogo, algumas vezes necessário, principalmente se o objetivo for nobre, mas tem que se pesar os preços a se pagar antes de dar o primeiro passo...

Abraços amiga!