terça-feira, 5 de abril de 2011

Métrica de Lorentz



Seus dedos distraídos

tocaram minha pele


Tremi


Absorto

você nem notou


Recolhi


Solitária

meu desejo


32 comentários:

As Tertúlias... disse...

Que lindo... sabes o que me lembrou? "Orlando" de Virginia Woolf... quando o capitao do navio destraídamente tocou a mao dela...
Que lindo momento, tao perfeitamente descrito!
Beijos
Ricardo

Lau Milesi disse...

Pura alquimia.
Lindo, Angela!!
Beijoss e Bom Dia!!!

Lídia Borges disse...

São momentos mágicos que guardamos com enlevo.

Um beijo

✿ chica disse...

Que beleza,Angela! Lindo!beijos,chica

Anne Lieri disse...

Angela,num simples toque toda a emoção de ser amada!Pena ele ser tão distraido...linda poesia!Bjs,

EDER RIBEIRO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samaryna disse...

Angela, interessante a sua forma de compôr, gostei muito. Deixo o meu afeto.

Mariana disse...

Que poema belo.
Com poucas palavras, tu encantas.
Tenhas uma tarde abençoada.

Lara Amaral disse...

Alguns não sabem o poder que têm sobre nós.

Beijo.

manuel marques disse...

Que lindeza.

Beijo.

Mari Amorim disse...

Angela,
como sempre pequeno porém intenso!
Obrigada pela visita e seu comentário contundente,
desejo-lhe:Boas energias,paz,saúde e sucesso!
abraço,
Mari

ONG ALERTA disse...

Sonhos... desejos...beijos Lisette.

Lis disse...

Oi Angela
A medida dos versos tocando corações.
Belíssimo

abraço

Sandra Botelho disse...

Lindo demais amiga...As vezes recolhemos nossos beijos e calamos nossos desejos.
beijos achocolatados
Ah e certamente somos muitas em uma só mulher...

JGCosta disse...

Algumas coisas importantes passam tão despercebidas que parecem mesmo não ter existido!

Como será que teria sido o futuro se as interpretações fossem diferentes?

Abraços e parabéns pela inspiração!

Sonia Pallone disse...

Angela querida, você tem um jeito estiloso de escrever poesia...brinca com as palavras, dança com elas... Adorei, lindo. Bjs.

valquiria calado disse...

•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*

Sobre o amor

Fácil de acontecer, difícil é descrever.
Amar é sentir sem querer, é querer sem perceber.
Fugaz ou duradouro, não importa o tempo, o que vale é o sentimento.
Que o eterno seja pra sempre, mesmo que seja breve.
Sobre o amor é tudo que não sei, daquilo que já sei.

Fim de semana de luz e paz,
abraço.

ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣڿڰۣ

Brasileiros enlutados ♥♥♥♥♥♥♥♥♥...


ڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ✿ڿڰۣ¸.•*♥ڿڿ•*♥ڰۣ¸.•*♥ڿڰۣ

Amapola disse...

Bom dia.
Poderia ser o início de uma grande história de amor.

Um abraço.
Maria Auxiliadora (Amapola)

Estou lhe seguindo.

Você em Pauta disse...

Poema lindo....

Recolhestes os sentimentos, mas o corpo continuou a estremecer....

Amor é assim, faz com que os desejos ganhem movimentos!

Lhe gosto muito amiga!

Você em Pauta disse...

Poema lindo....

Recolhestes os sentimentos, mas o corpo continuou a estremecer....

Amor é assim, faz com que os desejos ganhem movimentos!

Lhe gosto muito amiga!

João Menéres disse...

Quanta sensibilidade, ANGELA !

Gostei mesmo muito !

Um beijo.

Marilu disse...

Querida amiga, vejo você em todos os blogues dos meus amigos, vim te visitar e adorei. Estou te seguindo. Se tiver um tempinho de uma passadinha no Devaneios. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
Gostei Muito!!
abs

Edson Carmo disse...

Tem surpresa para você no meu blog – um selo de reconhecimento. Passa lá e pegue-o.

Edson Carmo

Maria José disse...

Tem selinho para você no Arca. Chama-se Selo Blog Pop e está em Mimos 2011. Esse selo é conferido aos blogs de popularidade, aqueles que atingiram a aceitação do público. O selo foi criado com a intenção de promover o reconhecimento por um trabalho que agrega valor à Web. E o Arca escolheu seu blog para ser homenageado, por sua contribuição na web. Parabéns!

joaquimdocarmo disse...

Ah, essas distracções masculinas! Irritantes,imperdoáveis!
Deliciosos versos, Angela, em que se desvelam os mais profundos sentimentos femininos!
Beijinhos

Perola disse...

Oi minha flor.
Quer dizer que vc ñ estava me seguindo,vou arrancar as suas orelhinhas rs.
Pois é,eu diria que existem homens como a água: insípida,inodora e incolor.
Amei minha linda.
Bom voltar aqui,estou meio no sufoco mas eu venho tá.
Bjssssssssssssssssssssssssss

Perola disse...

Ah!!! Uma boa semana gatona rs

Olga Durães disse...

seu poema é puro tato!

Irene Moreira disse...

Angela

Que poema que em poucos versos nos cala.

Momentos de um vazio . . .

Beijos

Daniel Savio disse...

Tem gente incapaz de sentir os sentimentos do próximo...

Fique com Deus, menina Angela.
Um abraço.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

aiaiaiaiaiai

nessa hora que duvido da lenda que diz que ninguém sente sozinho alguma coisa....

sei lá Angela....,mas vc me fez reviver, com poucas palavras, tantos sentimentos.