sábado, 25 de fevereiro de 2012

Claudicante

Refeita de rarefeito amor

retomo a vida

trôpega

anêmica


Encontro o ponto

solto

desse encontro

oco


Devagarzinho

sem pressa

caminho.

19 comentários:

EDER RIBEIRO disse...

Angela, vc sabe como ninguém usar as palavras ricamente para nos transmitir sentimentos. Amei. Bjos.

✿ chica disse...

Lindo retorno à vida e amor, lentamente, docemente...ADOREI! beijos,chica

xunandinha disse...

lindo retorno, devagar se vai ao longe amiga,beijinhos e xi coração

Sandra Botelho disse...

Devagar os sonhos se refazem... Lindo domingo flor, bjos achocolatados

Pepi disse...

Seus versos sempre nos encantam, Angela
Uma boa semana para tí
Beijinhos afetuosos de
Verena e Bichinhos

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
Gostei! Cheio de sentimento...
A vida é, mesmo, para se degustar "devagarzinho, sem pressa".
Abraço

sou quem posso ser disse...

Ah! Lindo, lindo!!!

Abraço :)

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Angela. Tenho certeza que os seus pés caminharão com firmeza, e que o seu coração irá recompor-se.
Na vida, muitos caminhos não são belos, ou não eram para serem nossos até o fim da nossa existência, contudo, sempre aprendemos.
Um beijo na alma, e fique na paz de uma linda semana!

Lau Milesi disse...

Que bonito, Angela!! Esse estado faz bem à saúde mental e leva todo o ser humano à felicidade. Parabéns!!!
Beijosss

Maria José Rezende disse...

Olá Angela. Às vezes o amor nos faz claudicantes. Mas podemos encontrar apoio e seguir o caminho sem tropeçar. Beijos e obrigada pelo elogio ao Arca.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há no amor,
o mistério
de nos completar
ou nos encher
de interrogações.


Que sempre existam
sonhos a habitar teu coração.

caliandradocerradogo disse...

Angela
Grata pela visita, um grande abraço
Elma Carneiro

Sonia Pallone disse...

Que linda sintonia entre imagem e poema! No meio dela, apenas sentimentos que a gente aconchega no coração...Beijos querida Angela

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

O caminho faz-se caminhando... "devagarzinho/ sem pressa/..."mas, caminhando! Bonito esse retorno!
Beijinho
jc

Salete Cardozo Cochinsky disse...

A P L A U S O SSSSSSSS Angela
Belíssima poesia. Um invocante balanço de pensamentos.
Bjs

vieira calado disse...

Gentil poema de que gostei!
Saudações poéticas!

Tais Luso disse...

Oi, Angela, são nos tropeços que aprendemos a levantar, mantermos o equilíbrio e partir. São os ensinamentos da vida. Afinal, aportamos por aqui tão ingênuos!

um beijo
Tais Luso

lis disse...

E ficamos assim,combinadas.
Sem pressa, Angela.
e com prazer de viver.
Lindamente , calmamente, amorosamente.
com meu abraço

wanessinha disse...

OIE GOSTEI MUITO DO SEU BLOG..
ADOREI ..
ACHEI MUITO INTERESANTE SEU CANTINHO
AGORA EU TE CONVIDO A CONHECER MEU CANTINHO TMB..VAI LA SE GOSTAR ME SEGUI TAMBEM OK..XAUZINHO E TENHA UMA OTIMA SEMANINHA BJSS

http://segredosdeumamulherapaixonada.blogspot.com.br/