domingo, 2 de setembro de 2012

Poeminhas


I

Diz o poeta
que o amor
é da morte vencedor
o que pode então desejar
(o amor)
que não seja 
viver.

II

O calor
o ardor
na dispersão das cinzas
suspiro pela chama


PS. O verso O amor é da morte vencedor pertence a Drummond.


21 comentários:

✿ chica disse...

Lindos os dois!!beijos e ótimo setembro por aí! chica

Graça Pereira disse...

Amor que foi verdadeiro
E que um dia se apagou
Vem um vento ligeiro
e junta o que então levou...


Gostei deste poeminhas...com um sentido tão grande!
Beijo,Amiga!
Graça

José Doutel Coroado disse...

Cara Angela,
Gostei!
abs

Sonia Pallone disse...

Sempre gostei de versos curtos, eles entram mais rápido no coração da gente...um beijo querida Angela.

Al Reiffer disse...

Breves poemas, mas de longa, de profunda expressão. O primeiro lembrou-me Camões. Parabéns! Um abraço!

Dalva M. Ferreira disse...

Eu gostei!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Não se precisam
de muitas palavras,
para semear o belo,
o verdadeiro,
a chama do que
acende sentidos...


Vamos semear esperanças pelo mundo
com os nossos mais bonitos sonhos.

Clara disse...

Oi Angela!

Voltei para o meu blog, andei meio que perdida nos estudos, mas sempre vou deixar uma mensagem pequena que for para alimentar a possivel arte de cuidar...sempre!
Abraços

ONG ALERTA disse...

Muito bom, beijo Lisette.

xunandinha disse...

Muito bem querida amiga, cheguei de férias com saudades de ler seus poemas,este embora não seja seu dividiu connosco

vieira calado disse...

E está tudo dito!

Saudações poéticas!

Vanuza Pantaleão disse...

Legal!Gostei muito!
Drummond não se importaria com o fato de usarmos seus versos, homem generoso que era.
Beijinhos...

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

O amor
é mais forte
que a vida,
e por isso
nos surpreende
apesar de muitas
vezes não
percebermos
a sua proximidade
em nossa vida.

Fique com tudo aquilo
que te acalme o coração.

Aluísio Cavalcante Jr.

Nilson Barcelli disse...

Belos poeminhas.
Gostei muito.
Ângela, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Dalva M. Ferreira disse...

O amor é tantas coisas...

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Angela. Muito bonoto os dois poemas.
Beleza e desejo de viver em amor e calor.
Tenha um fim de semana de paz!
Beijos na alma!

Graça Pereira disse...

Passo para te desejar um Feliz Natal e um 2013 em GRANDE!
Beijo
Graça

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Ângela
Passo, com calma, bem antes da data, para desejar-lhe, com carinho fraterno, que vc tenha Boas Festas neste fim de ano!!!
"A felicidade é com a gota de orvalho numa pétala de flor, brilha tranquila, depois que leve oscila e cai como a lágrima de amor".
Que vc seja muito abençoada e feliz!!!
Bjs fraternos de paz

Marilu disse...

Querida amiga,

O céu se iluminou,
a estrela apareceu,
os anjos entoaram louvores,
nasceu o filho de Deus.

Numa gruta em Belém,
veio ao mundo o Salvador,
trazendo em suas mãozinhas,
verdade, paz e amor.

Seu bercinho foi uma
manjedoura,
pobrezinha e frugal,
que as bençãos do Deus menino
se renovem neste Natal.

Desejo a você e a todos aqueles que mais ama, um
lindo e abençoado Feliz Natal. Beijocas

vieira calado disse...

...e ficou bem feito!


Saudações poéticas!

MARIA JOSE Rezende disse...

O Natal acontece no coração, ao fazermos pelos demais o que Jesus fez por nós... ao deixar o Seu Espírito reinar em nossos corações ... ao deixar o Seu amor ter preeminência nas nossas interações.
Feliz Natal e um Ano Novo envolto em ótimos fluidos.
Beijos.
Maria José